Seis tópicos do que é possível dizer a partir da pesquisa Datafolha

Publicado por

Há uma corrida para sabermos o que acontecerá, caso o ex-presidente Lula fique mesmo fora da disputa presidencial. Nesta quarta-feira, o DataFolha divulgou mais uma pesquisa sobre intenções de voto, considerando vários cenários, com e sem o ex-presidente. É compreensível que a leitura apressada interprete os dados como resultado direto da votação da Justiça que manteve a condenação de Lula em segunda instância. Mas sabe o que realmente aconteceu nas curvas de intenções de voto entre dezembro de 2017 e agora? Nada. Isso mesmo. Nada.

O cenário pós confirmação da condenação do ex-presidente é o mesmo quando o próprio DataFolha testou esse possível cenário no fim do ano passado. Nenhum candidato teve uma subida abrupta. Todos, isso mesmo, absolutamente todos atingiram percentuais semelhantes aos registrados em dezembro de 2017. Mesmo o ex-presidente continua tendo intenções de voto que variaram dentro da margem de erro entre 36% e 37%. Mas não houve um explosão dos percentuais dos eleitores que pretendem votar branco/nulo após a confirmação da condenação? Não. Esse percentual teve leve variação positiva acima da margem do erro, mas nada do que já não se sabia em dezembro passado.

Painel 1 (21).png

Feitas essas ressalvas, o que podemos dizer então?

1 – Bolsonaro está no seu teto. Não há indicações de que tenha capacidade de sair dos percentuais que variam entre 18% e 20%. Não há uma migração em massa dos eleitores para o candidato do PSC, com a saída de Lula. Com Lula, ele fica na casa dos 18%, sem Lula vai no máximo a 21%. Ou seja, variação levemente acima da margem de erro

2 – Ciro Gomes e Marina Silva recebem mais ex-eleitores de Lula do que os demais. Isso é mais ou menos esperado, dada a proximidade desses candidatos com o espectro político que Lula domina. Veja, não estou dizendo que Marina é hoje uma candidata necessariamente de esquerda. Estou dizendo que parte dos eleitores de Lula tende a migrar mais para esses dois candidatos do que para aqueles que ocupam a centro direita. Ciro e Marina partem de percentuais entre 7% e 10%, com Lula, para a casa dos 12% a 17%, sem Lula.

3- Alckmin continua na mesma faixa de intenções de voto registrada nos cenários de dezembro de 2017, o que confirma que a saída definitiva de Lula, se de fato isso ocorrer, não muda o cenário para o governador tucano. Novamente, há algo esperado aqui. Os eleitores de Lula são, em sua maioria, eleitores que sempre votaram em Lula, logo, são eleitores que nunca votaram ou quase nunca migraram em massa para o campo tucano. Alckmin está na casa dos 7% a 9% com Lula, e vai a 11%, sem Lula.

4-  A pulverização de partidos no centro e à direita explica a dificuldade do governo Alckmin, que ainda não conseguiu desestimular os competidores do seu espectro político.

5 – Há chances de os eleitores branco/nulos, num cenário sem Lula, migrarem para outro candidato? Sim, desde que esteja mais próximo do espectro político do ex-presidente. Há tanta fidelidade nas intenções de voto de Lula, quanto nas intenções de voto de Bolsonaro. São eleitores certos da sua decisão.

6- Por último. Talvez os efeitos da condenação de Lula não estejam claros nessa pesquisa. Parte do seu eleitorado é pouco interessado no noticiário. Também é razoável afirmar que um percentual expressivo de eleitores dediquem hoje pouca atenção ao processo eleitoral. Costuma ser assim. Primeiros os mais engajados se envolvem no processo de formação de opinião, depois os eleitores menos atentos. Ou seja, só mesmo com a passagem dos meses teremos um quadro mais claro do impacto da candidatura sub judice de Lula ou mesmo com a sua saída em definitivo da competição, e isso sem considerar o candidato que o ex-presidente poderá decidir pedir votos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s